sábado, maio 13, 2006

Grêmio tenta no Rio impedir a crise


Time enfrenta o Botafogo a partir das 18h10min, no Maracanã. Uma nova derrota pode ter como conseqüência a saída de Mano Menezes

Grêmio quer evitar a quarta derrota seguida na casa dos cariocas

Grêmio e Botafogo, juntos, somam três títulos do Campeonato Brasileiro. Por eles já passaram figuras lendárias do futebol, como o atacante Garrincha e o lateral Everaldo. A situação das equipes hoje, no entanto, em nada honra as histórias do passado. A partir das 18h10min, no Maracanã, o objetivo de cada um dos lados nada mais é do que impedir o estabelecimento de uma crise, seja no Olímpico ou em General Severiano.

A direção tricolor demonstra publicamente apoio a Mano Menezes. Uma nova derrota, contudo, pode tornar insustentável a permanência do treinador no cargo, uma vez que aumentaria a pressão interna que já existe por parte de alguns conselheiros. O próprio Mano declarou durante a semana estar tranqüilo quanto à situação, mas admite que a cultura do futebol não permite uma sucessão de derrotas. Caso perca hoje, seria a quarta derrota consecutiva do Grêmio - as últimas três foram para Cruzeiro, Paraná e Vasco.

Na busca pela recuperação, o Grêmio retoma o esquema com apenas um atacante: Ricardinho. As principais novidades estão no meio-de-campo, com as escalações dos volantes Nunes e Sandro Goiano - que ocupam, respectivamente, as vagas de Jeovânio, lesionado, e Lucas, suspenso - e do meia Valdeir.

A volta de Sandro Goiano, capitão da equipe na conquista da Série B no ano passado, é saudada pelos colegas. 'Ele é um jogador que procura conversar bastante. Além disso, não costuma errar passes, o que, para nós, neste momento, é muito importante', observa o zagueiro Pereira.

Botafogo: Lopes, Ruy, Scheidt, Rafael Marques e Júnior César; Diguinho, Thiago Xavier, Gláuber e Zé Roberto; Christian (Dodô) e Reinaldo. Técnico: Carlos Roberto.

Grêmio: Galatto, Patrício, William, Pereira e Wellington; Nunes, Sandro Goiano, Marcelo Costa, Valdeir e Hugo; Ricardinho. Técnico: Mano Menezes.

Árbitro: Rodrigo Martins Cintra, auxiliado por Carlos Augusto Júnior e Márcio Luiz Augusto (trio de São Paulo).
Local: estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). Início: 18h10min.

Fonte: Correio do Povo

3 comentários:

Anônimo disse...

Vamo vamo tricolor!!!

Vamos detonar os cariocas hoje!!

Força Grêmio!!!

André Ramos disse...

isso

dessa vez a goleada vai ser nossa

Franco Henrique disse...

não foi goleada, mas valeu a recuperação, 2 a 2 no maraca .. uhuuu o maraaca eh nosso!!!

hehehe